domingo, 21 de setembro de 2014

AZEVICHE, UMA SURPRESA ESPANHOLA

       O azeviche é uma variedade compacta de linhito, ou seja, é um tipo de carvão (os carvões compreendem turfa, linhito, hulha e antracito). Trata-se, portanto, de uma gema orgânica, não mineral como a grande maioria.
 É compacto, finamente granulado, de cor preta ou castanha e aspecto aveludado, com br. resinoso. É um material fácil de polir, adquirindo bom brilho.
O azeviche foi muito usado na segunda metade do século XIX, principalmente em objetos religiosos e de luto, mas a informação que eu tinha era de que estava hoje praticamente em desuso.
Por isso, foi uma grande surpresa descobrir que em Santiago de Compostela, na Espanha, não só ele é muito usado como há toda uma rede de dezenove joalherias especializadas em joias com esta gema. 
            Eu estava andando pela cidade quando vi uma vitrine cheia de belas joias feitas com uma gema preta. Entrei para saber o que era e fiquei então sabendo que era nada menos que o azeviche.




            Alfonso Iglesias, o atencioso dono da joalheria, me deu um fragmento de azeviche bruto (foto acima) e contou-me que esse azeviche que ele usa vem das Astúrias, província do norte da Espanha, onde estão as melhores jazidas do mundo. Mas, há outras fontes.






As fotos dão bem uma ideia de como é diversificado o trabalho feito com a prata e o azeviche, pois são peças produzidas por um único joalheiro.
Na foto abaixo, vê-se um colar com uma lapidação que é típica daquela região da Espanha.




É tradicional também a figa feita com azeviche, antigamente usada como amuleto para espantar serpentes.
Continuando o passeio pela cidade, pude ver várias das muitas joalheiras que trabalham com essa gema.  E um folheto sobre ela que Alfonso me deu informa que é uma pedra-símbolo de Santiago de Compostela, onde é usada desde o século XIII.





 O azeviche queima como carvão e, quando atritado, exala forte odor.
Lapidado, ele assemelha-se a ônix, melanita, turmalina negra e a obsidiana. Mas, ao contrário dessas gemas, queima quando em contato com uma agulha aquecida, produzindo fumaça.
Entre as substâncias que o imitam estão o vidro, plásticos e borracha vulcanizada dura, esta conhecida como vulcanite. Sob ação da agulha aquecida, a vulcanite provoca fumaça, mas com cheiro de borracha queimada; se for plástico, o odor variará de aromático a fétido, mas sem se assemelhar ao de carvão.



Um comentário:

  1. A Asociación Ourives de Compostela tem como um de seus objetivos defender a joalheria artesanal genuina de Compostela face á invasão de imitações produzidas industrialmente e em ouros locais.
    La se usa o termo "azevicheiro" para designar a pessoa que trabalha com o azeviche. Em espanhol, é "azabachero" e em galego, "acibecheiro".

    ResponderExcluir