domingo, 24 de junho de 2012

JOIAS ARTESANAIS DA ARGÉLIA



            Os tuaregues que habitam o Saara da Argélia dedicam-se desde há muito à confecção de joias artesanais. É uma tradição muito antiga que passa de uma geração para outra, através de pequenas empresas familiares, que só admitem homens nesse trabalho.
            Pretendendo dinamizar e modernizar esse setor, o governo argelino buscou cooperação técnica, visitando vários países, inclusive o Brasil. Todos ofereceram a tecnologia que a Argélia queria, mas pedindo em troca a compra de equipamentos do país visitado. A única exceção foi o Brasil, onde o governo se dispôs a ajudar o setor de joias e gemas da Argélia sem pedir nenhuma contrapartida. A princípio, os argelinos não quiseram acreditar, mas depois viram que era verdade. A oferta fazia parte da política do governo de aproximação com os países africanos.
Desse modo, desenvolve-se lá, já há alguns anos, um projeto de cooperação técnica que prevê treinamento por técnicos brasileiros, em design e confecção de joias, além de lapidação e artesanato mineral.
A execução está a cargo da Abragem (Associação Brasileira dos Pequenos e Médios Produtores de Gemas, Jóias e Similares, Mineradores e Garimpeiros) de Brasília, mas técnicos de outras cidades e órgãos têm cooperado também. Em maio de 2010 estivemos na Argélia, na cidade de Tamanrasset, em pleno deserto do Saara, falando sobre as normas técnicas brasileiras para o setor de joias em gemas.
As fotos abaixo mostram exemplos de joias artesanais produzidas pelos tuaregues argelinos. Eles costumam empregar prata, cobre, madeira e outros materiais, mas os técnicos brasileiros já constataram haver numa boa diversidade de gemas no território daquele país.
O material preto das duas últimas fotos é ébano. Trata-se de uma madeira rara, preta, densa, de origem africana, muito usada em mobiliário, objetos decorativos e instrumentos musicais, como pianos (teclas pretas), violinos e outros instrumentos de corda.
Clique em qualquer uma da fotos para ver todas ampliadas. 


 

2 comentários:

  1. Preciosa artesanía.
    Mis felicitaciones y gracias por darla a conocer.
    SALUDOS.

    ResponderExcluir
  2. Gracias a usted también, Victoria ! Saludos !

    ResponderExcluir